Factsheet about enteroviruses

Enterovírus são um grupo de vírus que causam uma série de doenças infecciosas que são geralmente leves. No entanto, se infectarem o sistema nervoso central, podem causar doenças graves. Os dois mais comuns são o equovírus e o coxsackievírus, mas existem vários outros. Os enterovírus também causam poliomielite e doenças das mãos, pés e boca (DEFM).

Sintomas

A grande maioria das pessoas infectadas com enterovírus – mais de 90% – ou não têm sintomas ou têm sintomas inespecíficos, tais como febre súbita. Uma vasta gama de sintomas pode ser causada por enterovírus, mas a maioria das vezes inclui febre, sintomas respiratórios ligeiros, doença tipo gripe com febre e dores musculares, febre com erupção cutânea e sintomas gastrointestinais.

Complicações

As doenças mais graves causadas por enterovírus são doenças ligeiras mas mais graves podem por vezes desenvolver-se em certos pacientes, incluindo condições cerebrais e cardíacas, pneumonia e hepatite. Além disso, os vírus podem propagar-se a outros órgãos tais como o baço, fígado, medula óssea, pele e coração.

Formas de apanhar enterovírus

Enterovírus são mais comumente disseminados ou entrando em contacto com secreções, como saliva, expectoração ou muco, de uma pessoa infectada ou com as suas fezes.

Pessoas em maior risco

Enterovírus são os vírus mais prevalecentes no mundo. Qualquer pessoa pode desenvolver doenças sintomáticas causadas por enterovírus, mas as crianças, particularmente as com menos de 10 anos de idade, são as mais susceptíveis de serem infectadas. As pessoas com maior probabilidade de desenvolver doenças mais graves são aquelas com condições de saúde subjacentes, mulheres grávidas, recém-nascidos ou bebés prematuros, e pessoas com stress frio ou desnutrição.

Diagnóstico

Enterovírus são geralmente diagnosticados clinicamente por um médico que julga os sintomas de um paciente para ver se ele tem um destes vírus. Contudo, testes laboratoriais em algumas amostras de pacientes podem ajudar a detectar enterovírus em casos mais graves.

Tratamento

A maioria dos pacientes com infecção por enterovírus recuperam sem problemas. O tratamento é geralmente de apoio, com o objectivo de aliviar os sintomas e assegurar que as pessoas se mantenham hidratadas. As pessoas com infecções mais graves necessitarão de um apoio mais intensivo. Os antibióticos só são administrados se houver suspeita de uma infecção bacteriana secundária juntamente com o enterovírus.

Como evitar a infecção por enterovírus

Não há actualmente vacinas contra enterovírus excepto contra a poliomielite. As boas práticas de higiene, tais como a lavagem frequente das mãos, são essenciais para reduzir o risco de infecção.

Nota: As informações contidas nesta ficha destinam-se a fins de informação geral e não devem ser utilizadas como um substituto para a perícia individual e o julgamento dos profissionais de saúde.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *